Logótipo da Númena

> HUGO MARTINEZ DE SEABRA

Depois de ter frequentado o curso de Gestão do Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade Técnica de Lisboa entre 1990 e 1992, inscreve-se na Licenciatura em Sociologia da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa que vem a concluir 4 anos volvidos (1996/97) com média final de 16 valores.

Ainda enquanto estudante do último ano desta licenciatura, começa a colaborar com o Gabinete de Investigação SociNova nos estudos sobre bairros de barracas e de realojamento do Concelho de Oeiras.

Tendo como áreas de eleição a sociologia da imigração, a sociologia do desvio e a Demografia Social, no ano lectivo 1997/1998 inscreve-se no Mestrado em Economia e Sociologia Históricas, concluindo a vertente curricular em Fevereiro de 1999 com média final de 17 valores.

No ano lectivo 1999/2000 tira uma Pós-Graduação em Etnicidade e Nacionalismos na International School for Humanities and Social Sciences da Universiteit Van Amsterdam, com média final de 8 valores em 10.

De regresso a Portugal, termina a pesquisa de terreno do Mestrado sobre jovens delinquentes institucionalizados (Delinquência a Preto e Branco. Estudo de jovens em Reinserção, publicado em 2005 no n.º 1 da colecção Teses do Alto-Comissariado para a Imigração e Minorias Étnicas), que vem a defender em Outubro de 2002, obtendo nota máxima.

Ainda em 2001, frequenta o módulo “Delinquência Juvenil” da Pós-Graduação em Criminologia da Faculdade de Direito da Universidade do Porto e é nomeado, em comissão de serviço, consultor na área do planeamento do Gabinete de Política Legislativa e Planeamento do Ministério da Justiça, cargo que mantém até meados de 2005. Durante este período colabora em inúmeros projectos da Justiça portuguesa dos quais destaca: o dimensionamento de diversas reformas legislativas; a revisão da Lei de Execução de Penas; a revisão da Lei dos Tribunais de Execução de Penas; a Comissão de Estudo e Debate da Reforma do Sistema Prisional (presidida pelo Prof. Dr. Freitas do Amaral), o projecto Carta da Justiça, o projecto de reformulação das Estatísticas da Justiça Hermes e a avaliação do Sistema de Recursos.

Em 2003, é bolseiro da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento na Investigação, coordenada por Maria João Valente Rosa, Contributo dos “imigrantes” na demografia Portuguesa. O papel das populações de nacionalidade estrangeira, publicado pelo Observatório da Imigração em Fevereiro de 2004.

No ano lectivo 2003/04 inscreve-se no Programa de Doutoramento em Sociologia do Instituto Superior das Ciências do Trabalho e da Empresa, estando actualmente a desenvolver trabalho de terreno e a redigir a respectiva dissertação.

Desde 2001 colabora activamente com a Númena – Centro de Investigação em Ciências Sociais e Humanas, nomeadamente através do Projecto RAXEN e, mais tarde, realizando as investigações sobre Estrangeiros e Crime conjuntamente com Tiago Santos (A Criminalidade de Estrangeiros em Portugal. Um inquérito científico, publicado pelo Observatório da Imigração em 2005 e Reclusos Estrangeiros em Portugal. Esteios de uma Problematização, a publicar no início de 2006).

Actualmente é Vice-Presidente da Númena, desenvolve a sua investigação de doutoramento e é consultor, em part-time, do Serviço de Saúde e Desenvolvimento Humano da Fundação Calouste Gulbenkian (área da imigração).

Versão para Impressão


Arrastar para navegar pelo texto
Foto de Hugo de Seabra